AÇÃO DE MICROORGANISMOS EM PÓ-DEBASALTO

Agriculture, Agrogeology
Conference Proceedings
Azevedo, Antonio Carlos de; Filho, Raul A.; Silva, Lucas Dressano Pereira da
2013
Português

A rochagem é a aplicação de rochas moídas no solo. O objetivo desse trabalho foi observar a ação dos microorganismos (inoculados e nativos) na mineralização do pó-de-basalto e medir a liberação de elementos no solo. A avaliação foi feita comparando-se a decomposição de partículas de pó-debasalto aplicado ao horizonte A húmico de um solo derivado de granito. O póde-basalto utilizado foi coletado na Pedereira Cavinatto, situada Limeira-SP.
O experimento está sendo realizado in vitro, em recipientes plásticos isolados com os seguintes tratamentos: 1) solo; 2) solo esterilizado; 3) solo sem esterilização mais adição de inóculo de microrganismos; 4) idem tratamento
1) mais pó de basalto; 5) idem tratamento 2) mais pó de basalto e 6) Idem tratamento 3) mais pó de basalto. O pó de basalto foi aplicado em dose única de 4t/ha. As unidades experimentais são mantidas com 60% capacidade de
campo, e lixiviadas a cada 30 dias. O lixiviado é coletado e os elementos Zn, Fe, Ca, Mg e K são determinados. Os resultados sugerem que os tratamentos com pó-de-basalto apresentam maior liberação da maioria dos nutrientes
citados acima. Os tratamentos que possuem o inóculo de microorganismos mostram uma maior solubilização dos nutrientes envolvidos em relação ao solo esterilizado e ao tratamento que continha apenas o solo e a microbiota
nativa. Assim, os resultados parciais indicam a tendência de aumento no teor de nutrientes em solução na presença de pó-de-basalto, sendo que a inoculação de microrganismos em adição à microbiota do solo parece estimular esta liberação. Estes resultados sugerem que o uso combinado de pós de rocha e microrganismos possui potencial para uso comercial em sistemas de produção vegetal.

Print Friendly, PDF & Email